Pele

Saiba quais os benefícios do ácido salicílico para sua pele

Hoje é um dia de sorte! É hora de potencializar nosso skincare com Ácido salicílico. Confira a matéria e saiba o porque!

Saiba quais os benefícios do ácido salicílico para sua pele
Saiba quais os benefícios do ácido salicílico para sua pele

Vale tudo no mundo do skincare, desde que seja com orientação adequada de um médico e consciência do que a sua pele precisa e aguenta. Na batalha sem receita contra rugas, existem alguns ingredientes importantes que você deve conhecer, e o ácido salicílico está no topo da lista. 

Saiba quais os benefícios do ácido salicílico para sua pele

Ele também é um dos maiores inimigos da acne. Mas, o que exatamente o ácido salicílico faz e quais são as melhores maneiras de colher seus benefícios?

O que é ácido salicílico?
Quando se trata de produtos para a pele, há duas classes de ácidos que você verá com frequência: beta-hidroxiácidos (BHAs) e alfa-hidroxiácidos (AHAs). O ácido salicílico é um beta-hidroxiácido.

Tanto os alfa quanto os beta-hidroxiácidos esfoliam a pele quimicamente, mas os AHAs são solúveis em água, enquanto os BHAs são solúveis em óleo. Os ingredientes solúveis em óleo podem penetrar na pele em um nível mais profundo do que seus equivalentes solúveis em água.

O que o ácido salicílico faz pela pele?
O que tudo isso significa é que o ácido salicílico pode penetrar profundamente na pele para fazer seu trabalho. Esta qualidade é precisamente o que torna o ácido salicílico um ingrediente tão potente para combater a acne - especialmente para cravos e espinhas.

Uma vez que penetra na pele, o ácido salicílico dissolve os restos da pele que obstruem os poros, e atua como um antiinflamatório. Essa quebra das células da pele também promove a esfoliação

Quem deve evitar o uso de ácido salicílico?
Na verdade, você não pode usar ácido salicílico em excesso, o que pode se tornar um problema. O principal efeito colateral negativo do ácido salicílico é sua capacidade de irritar e ressecar a pele em pessoas muito sensíveis ou que o usam em excesso.

O principal efeito colateral negativo do ácido salicílico é sua capacidade de irritar e ressecar a pele.

Dependendo da concentração e do número de aplicações, algumas pessoas podem apresentar ressecamento, descamação, vermelhidão e alguma irritação na pele. Por esse motivo, aqueles com pele já muito seca ou sensível devem considerar evitar.

Fabiana Tavares

Jornalista especializado em shows e vida saudável. Fã de música e livros.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS