Notícias

Quais fatores causam herpes labial? Saiba como se cuidar

O herpes labial é uma infecção viral comum que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. Sua manifestação acontece por meio de pequenas bolhas dolorosas, geralmente agrupadas e chamadas de vesículas. Com conteúdo líquido, elas costumam aparecer na boca ou em regiões próximas. Após a ruptura das bolhas, uma crosta se forma no local.

Quais fatores causam herpes labial? Saiba como se cuidar
Quais fatores causam herpes labial? Saiba como se cuidar

É importante saber que essa é uma doença contagiosa, mesmo sem sintomas visíveis, espalhando-se por contato próximo com a pessoa contaminada. Infelizmente, o problema não tem cura e atrapalha nossa saúde e bem-estar. Conheça as causas e como evitar a contaminação!

herpes labial tem tratamento

O herpes labial é causado por cepas do vírus do herpes simples (HSV). O HSV-1 geralmente causa herpes labial, enquanto o HSV-2 é mais responsável pelo herpes genital. No entanto, qualquer um dos tipos pode causar feridas na região facial ou nos órgãos genitais.

Depois que alguém tem um episódio de infecção por herpes, o vírus permanece adormecido nas células nervosas da pele. A recorrência pode ser desencadeada por:

Durante a primeira crise, é comum apresentar:

Em algumas pessoas, os sinais podem ser muito leves e passar despercebidos. Sintomas sutis são facilmente confundidos com outra condição, como uma pequena rachadura ou corte na pele — causados devido a uma visita aodentista, excesso de frio, desidratação, picada de inseto ou espinhas.

Um quadro de herpes geralmente passa por vários estágios.Inicialmente, é comum uma sensação de coceira, queimação, dormência ou formigamento na região. Isso costuma acontecer um ou dois dias antes de um sinal pequeno, duro e doloroso.

Em seguida, normalmente, pequenas bolhas cheias de líquido surgem no canto da boca, onde a borda externa dos lábios encontra a pele do rosto. Feridas também aparecem ao redor do nariz, nas bochechas ou em outra região da face. Logo após, as pequenas bolhas podem se fundir e, então, estourar, deixando feridas rasas que vazam fluido e se espalham.

Os sinais e sintomas variam, dependendo se é a primeira crise ou uma recorrência. Costumam durar vários dias, e as bolhas levam entre duas e quatro semanas para cicatrizar completamente. As recorrências geralmente aparecem no mesmo local e tendem a ser menos graves que o primeiro surto.

Tratamento

Atualmente, não há cura para a doença. O tratamento tem como objetivo minimizar as feridas e limitar recorrências.Os remédios mais usados são aciclovir, valaciclovir e fanciclovir, na forma oral ou de pomadas. Essas drogas são úteis para reduzir o risco de transmissão e minimizar a intensidade e frequência das crises.

Em casos graves, esses medicamentos também podem ser administrados por injeção. recomendado é iniciar o uso da pomada ao menor sinal do herpes — de preferência, ainda na fase da coceira e formigamento. O mais provável é que os sintomas desapareçam à medida que o sistema imune do indivíduo se recupere.

o incômodo do herpes labial

Algumas pessoas têm surtos regulares, enquanto, em outras, o vírus fica inativo. Os especialistas acreditam que isso aconteça porque o corpo começa a criar anticorpos. Quando alguém saudável está infectado, dificilmente surgem complicações.

Vladimir Martins

Jornalista, aficcionado por cinema e antenado na vida das celebridades.Engajado nas causas sociais e louco por lasanha.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS