Notícias

Febre entre as celebridades, a eletroestimulação cumpre o que promete?

Quando desembarcou no país há cerca de quatro anos, o treinamento pautado na eletroestimulação muscular de corpo inteiro (WB-EMS) foi visto, por muitos, como uma solução quase milagrosa para se ganhar força e massa muscular em tempo recorde.

A promessa era de que bastariam 20 minutos de treino, uma a três vezes na semana, para que em pouco mais de um mês fosse obtido os mesmos resultados que outras atividades físicas, como a musculação, proporcionariam em três meses.

E, por se tratar de algo novo, com apelo visual digno de um filme de ficção científica —afinal, o treino com eletroestimulação de corpo inteiro pede o uso de uma roupa especial, cheia de eletrodos—, o método logo chamou a atenção dos chamados "influenciadores" e virou febre entre várias celebridades.

Não há dúvidas de que se trata de algo importante no universo fitness, capaz de ajudar uma legião de pessoas no que diz respeito ao aumento da massa muscular e até no emagrecimento, como mostram vários estudos afins. Mas, que fique muito claro: o treino com eletroestimulação de corpo inteiro não é melhor nem pior que outros exercícios mais conhecidos, como é o caso da própria musculação.

O treinamento WB-EMS nada mais é do que uma nova proposta de atividade física, que inclusive pode ser associada a outras, desde que sejam respeitados o bom senso e as normas de segurança de uso, para não sobrecarregar o corpo. E a adesão do usuário depende muito mais do gosto e da necessidade de momento dele.

Ou seja, há quem prefira eletroestimulação muscular de corpo inteiro, como também existem os que apostam mais na musculação ou no treinamento funcional. E está tudo certo, pois todas as formas de treino citadas contribuem para o bem-estar geral e a saúde. Priorizar uma atividade física em detrimento das demais seria a mesma coisa que dizer que existe uma única religião capaz de falar com Deus.

Josiane Gonçalves

Jornalista, filósofa e entusiasta da alimentação saudável. Ama animais e viagens pelo mundo.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS