Bisturi

Peeling químico: os principais benefícios para a pele

O peeling químico é um tratamento feito a partir do uso de uma solução, composta por ácidos brandos, a qual, quando aplicada sobre a pele, causa descamação e acelera o processo de renovação celular.

Peeling químico: os principais benefícios para a pele
Peeling químico: os principais benefícios para a pele

O procedimento é bastante procurado em clínicas dermatológicas e de tratamentos estéticos, pois é uma maneira eficaz de obter uma aparência mais saudável, brilhosa e uniforme da pele. Além disso, o peeling químico reduz oleosidade, cicatrizes, rugas de expressão e/ou manchas causadas pelo sol.

Peeling químico: os principais benefícios para a pele

O processo consiste em aplicar agentes químicos que destroem as camadas mais superficiais da pele. Para que, então, ela se regenere e resulte em uma aparência mais uniforme e saudável.
O termo “peeling” pode ser traduzido como “descamação”. Por isso, o principal objetivo do peeling químico é a renovação celular. O procedimento é encontrado em três modalidades , as quais ajudam a esfoliar a pele e renová-la.

Os três principais tipos de peeling químico são o superficial, médio e profundo. O superficial atua com uma descamação mais fina e deve ser realizado em séries. Já os peelings médios e profundos geram uma descamação mais intensa (com formação de crostas) e são feitos em aplicações únicas na pele do rosto.

Entre as vantagens obtidas com o tratamento, podemos citar:

É importante destacar que, em todos os tipos de peeling químico, há riscos. Em geral, é um procedimento seguro quando realizado por um profissional qualificado e experiente.Apesar de ser raro, há risco de cicatrizes ou infecções.

Em determinados tipos de pele, pode ocorrer uma mudança na tonalidade temporária ou permanente. Caso a pessoa já tenha tido herpes labial, há o risco de reativação.

O médico deve ser informado sobre gravidez, uso de anticoncepcionais ou histórico familiar de descoloração acastanhada na pele. Esses fatores podem aumentar as possibilidades de que se desenvolva uma pigmentação anormal pós-tratamento.

Entre os efeitos que podem acontecer após à aplicação dos agentes, podemos citar:

Para concluir, é importante destacar que os resultados do peeling químico também dependem dos cuidados que o paciente terá após o tratamento. Tais como o uso de produtos recomendados pelo médico e evitar exposição ao sol, além da utilização de filtros solares até mesmo em dias nublados.

Peeling químico: os principais benefícios para a pele

Se as recomendações médicas forem devidamente seguidas, as chances de que a experiência corra sem complicações e os resultados pretendidos sejam alcançados são muito maiores.

Vladimir Martins

Jornalista, aficcionado por cinema e antenado na vida das celebridades.Engajado nas causas sociais e louco por lasanha.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS