Bisturi

Ácido retinóico poderoso: tudo o que você precisa saber sobre este ingrediente anti-idade

Entre benefícios e contraindicações, saiba por que não usá-lo no verão e o que fazer para renovar a pele nos períodos quentes. Confira!

Ácido retinóico poderoso: tudo o que você precisa saber sobre este ingrediente anti-idade
Ácido retinóico poderoso: tudo o que você precisa saber sobre este ingrediente anti-idade

Você já ouviu falar sobre ácido retinóico? Considerado padrão ouro no rejuvenescimento da pele em casa, ele é uma forma oxidada da vitamina A, que regula as funções de crescimento e desenvolvimento.

Ácido retinóico poderoso: tudo o que você precisa saber sobre este ingrediente anti-idade

O produto está ganhando cada vez mais destaque por suas diversas propriedades, como o poder de rejuvenescer e regenerar a pele. Assim, para saber mais sobre este poderoso ácido, como seus benefícios e contra indicações, continue lendo. Confira!

Para que serve o ácido retinóico? Quais seus principais usos e benefícios?
O ácido é responsável por melhorar o turn-over celular, ou seja, a renovação da pele. Então há uma descamação da primeira camada, com consequente estímulo para formação de novas células, que chegam mais oxigenadas à superfície, o que diminui rugas, manchas, acne e cicatrizes de acne, por exemplo.

Irregularidades e asperezas na superfície da pele também podem ser tratadas com a substância. No caso do tratamento clareador, o ácido retinoico também previne as manchas, tornando a pele mais permeável e receptiva aos produtos clareadores, então é uma boa maneira de potencializar os clareadores, associando com o ingrediente.

Como usar?
O ácido retinóico está disponível em diferentes apresentações, sendo as mais comuns vendidas nas formas de cremes e pomadas.

Dependendo da pele do paciente – e por isso a prescrição médica e o acompanhamento são fundamentais – o médico pode orientar o uso da substância três vezes na semana, intercalando com cremes nutritivos e calmantes, para diminuir a irritação.

Muitas pessoas começam a usar o ácido retinoico e interrompem o tratamento por conta própria, pensando que estão com alergia ao composto, mas é necessário ter um pouco de paciência, principalmente se a sua pele for menos tolerante ao medicamento.

Concentrações menores podem ser aplicadas pelos próprios pacientes, enquanto concentrações mais elevadas são aplicadas no consultório médico.

Na hora da aplicação, geralmente, uma quantidade equivalente a um grão de ervilha é o suficiente para aplicar no rosto todo, mas, lembre-se de evitar as regiões mais sensíveis, como ao redor dos olhos ou cantos do nariz e da boca.

Quais são as contra indicações?
Engana-se quem pensa que o ácido retinoico é totalmente inofensivo para a saúde. Na verdade, o seu uso incorreto pode causar efeitos colaterais graves, que vão da inflamação e manchas até a má-formação fetal, se usado por gestantes. 

Como os efeitos indesejáveis do ácido retinóico (irritação, vermelhidão e inflamação) deixam a pele mais suscetível aos danos ambientais, como a radiação solar, seu uso no verão deve ser evitado. 

Ácido retinóico poderoso: tudo o que você precisa saber sobre este ingrediente anti-idade

Ele é um ácido muito fotossensibilizante, então na presença de sol ele pode manchar a pele. Ele é a substância que exige maior cuidado no verão. Também não é indicado usar ácidos em peles sensíveis e com rosácea.

Fabiana Tavares

Jornalista especializado em shows e vida saudável. Fã de música e livros.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS