Bisturi

8 coisas que você faz com as unhas, que deveria parar já

É verdade que as unhas se tornaram um “acessório” de beleza, mas é importante lembrar que elas desempenham uma função protetora para os dedos e servem para dar sensibilidade tátil.

8 coisas que você faz com as unhas, que deveria parar já

Por isso, é importante lembrar que, como qualquer outra parte do corpo, as unhas merecem atenção e cuidados especiais. Preparamos uma listinha com 8 coisas que você faz com as unhas, mas não deveria, para você repensar a forma como anda cuidando delas.

8 coisas que você faz com as unhas, mas não deveria

Roê-las
É claro que uma das piores coisas que você pode fazer com as suas unhas é roê-las. Esse hábito machuca a área e facilita a entrada de fungos, bactérias e vírus nas unhas.

Além disso, a acidez da saliva enfraquece as unhas, fazendo com que elas fiquem porosas com o tempo. Se você tem o hábito de roer as unhas, a dica é mantê-las sempre curtinhas e carregar sempre um alicate e uma lixa na bolsa para frear a mania.

Não ficar sem esmalte nunca
Sim, estar com as unhas sempre pintadas evita que você tenha vontade de roê-las, mas não ficar sem esmalte também é prejudicial para elas. Antes de pintar as unhas novamente, dê um intervalo de pelo menos 48 horas sem esmalte para que elas “respirem”.

Esquecer de hidratar as unhas
Não é só o corpo e o rosto que precisam ser hidratados, as unhas também precisam! O ideal é aplicar um creme nas pontas dos dedos sempre depois que lavar as mãos.

Usar acetona em vez de removedor de esmaltes
Acetona e removedor de esmalte não são a mesma coisa! A acetona tem componentes muito mais pesados que desidratam as unhas, enquanto os removedores são menos prejudiciais.

Polir as unhas com muita frequência
As lixas para polir as unhas podem até deixá-las com aspecto uniforme, mas elas prejudicam a saúde, pois danificam a primeira camada da unha.

Não usar base antes de pintar
Aplicar o esmalte diretamente nas unhas não é recomendado. O uso da base é indicado porque ela protege as unhas e evita que as substâncias químicas do esmalte entrem em contato com as unhas.

Tirar a cutícula
Remover as cutículas se tornou parte do processo de fazer as unhas, mas essas pelinhas, na verdade, funcionam como uma proteção natural do organismo que impede a entrada de bactérias e fungos. Por isso, o ideal é não deixar as unhas sem cutícula nenhuma! Um pouquinho de pele não interfere no aspecto e ainda ajuda a manter suas unhas saudáveis.

Remover o esmalte usando o dente ou a própria unha
Quando o esmalte começa a descascar, muitas mulheres tentam remover a pintura usando os dentes ou as próprias unhas, porém, esse não é um ato tão inofensivo. Isso porque, usando os dentes ou unhas, uma camada de proteção das unhas pode ser removida, deixando as unhas mais vulneráveis.

Josiane Gonçalves

Jornalista, filósofa e entusiasta da alimentação saudável. Ama animais e viagens pelo mundo.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS