Beleza

Vamos te ensinar a hidratar os pés de forma natural com 2 receitas incríveis à base de babosa e manjericão

Muitas vezes esquecemos que nossos pés precisam de tanto cuidado e hidratação quanto o restante do nosso corpo. Eles sustentam toda a nossa estrutura corporal e sofrem impactos por conta de algumas práticas cotidianas, como andar descalço ou usar sapatos de salto alto

Cuidar dos pés é importante mas nem sempre lembramos dessa área do corpo. A rotina corrida acaba por nos fazer negligenciar essa região e as consequências são pés ressecados e doloridos. Confira essas duas receitas simples que vão deixar seus pés lindos!

1. Aloe vera + mel

Também conhecida como babosa, a aloe vera é uma planta usada em diversos métodos de hidratação da pele. Combinada com o mel, se torna uma rica fonte de nutrientes, essencial para promover a renovação celular e atribuir maior elasticidade à derme.

Misture uma colher de sopa de aloe vera moída à outra colher de mel e aplique nos pés pelo menos três vez por semana. Deixe a mistura agindo durante a noite, assim como nos exemplos anteriores, e veja como a pele adquire um aspecto bem mais saudável.

2. Leite + manjericão

O manjericão é um cicatrizante e antisséptico natural que deve ser macerado para ajudar na recuperação da pele. Misture um maço de folhas moídas à um litro de leite quente e deixe os pés repousando na mistura. Não é necessário deixá-los submersos, apenas as solas e os calcanhares.

Para tornar essa receita mais poderosa, acrescente uma xícara de mel e mais três colheres de sopa de azeite, garantindo uma hidratação super profunda.

Dicas para evitar o ressecamento dos pés:

O ressecamento acontece pela falta de hidratação na área e as rachaduras nada mais são do que consequências desse processo, que ocorre com a pressão e o peso do corpo exercidos sobre os pés em atividades cotidianas, como uma simples caminhada.

Lixá-los em excesso também pode ser um vilão para quem deseja reverter essa situação, já que o corpo entende os efeitos da lixa como algo agressivo, estimulando uma produção mais intensa e espessa de pele para compensar o lixamento, o que gera exatamente o efeito contrário.

No verão, por usarmos mais sapatos abertos, os pés costumam sofrer mais atritos externos, devido à poeira e à poluição. Ou seja, cuidar da região é uma tarefa que deve durar o ano inteiro, para evitar, principalmente, o envelhecimento precoce da pele.

Para evitar esses problemas, as únicas soluções são fazer hidratações profundas pelo menos uma vez por mês e manter a pele nutrida, para evitar a perda de água e proteínas.

Outra dica é tomar cuidado com o excesso de métodos esfoliantes, pois, assim como a lixa, podem causar a impressão momentânea de maciez e provocar ressecamentos mais intensos posteriormente.

O ideal é apostar em esfoliações apenas uma vez por semana. Para obter melhores resultados, deixe os pés “de molho” em água quente, para amolecer a pele antes de passar a lixa ou a pedra pomes.

Josiane Gonçalves

Jornalista, filósofa e entusiasta da alimentação saudável. Ama animais e viagens pelo mundo.+ info

Notícias relacionadas

MAIS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS